quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Tarde de Outono

Uma reunião terminada antecipadamente, levou-me ontem a terminar a tarde nas ruas do Chiado. É um pedaço de Lisboa que adoro, que me proporciona bons afectos, que alia o aconchego da cidade onde me sinto bem com a atmosfera de outras pátrias.

Num país onde se vem desvanecendo a tradição de fazer compras no comércio de rua e de deambular pelos centros históricos das cidades, ver a azáfama e o corrupio das gentes que por aqui passa, faz-nos acreditar que afinal o gosto por passear sem tecto, não está inteiramente perdido.

Começo pelo Largo Camões, percorro algumas ruas do bairro alto satisfazendo o meu lado alternativo e depois vou descendo a rua Garrett, fazendo incursões pelas suas transversais ao mesmo tempo que respiro o aroma a castanhas assadas e a conversas alheias.

Os sacos vão-se acumulando nos meus braços e o frio que se começa a fazer sentir torna-se um bálsamo face ao calor das lojas. Demoro-me e prolongo a minha estadia pelos locais em que me sinto bem, sem pressas e sem ambição de me evadir daquele local, porque não é sempre que se vem ao Chiado num final de tarde de Outono.

Termino a minha viagem seguindo o aroma do melhor café do mundo e dele trago o suficiente para satisfazer o meu desejo. Faço o caminho inverso levando a magia como companhia.

Regresso a casa algo cansada mas leve na minha alma.

11 comentários:

Maganita disse...

Identifico-me tanto com esta atmosfera, que tão bem soubeste descrever...
Lisboa para mim, tem aqui a sua essência e também adoro perder-me no tempo por essas ruas e respirar esses ambientes.

É das coisas que mais saudades tenho de fazer.

Um grande beijinho enrolado em cachecol!!

cris disse...

Também eu adoro esse cantinho, tão especial, de Lisboa. Quase sempre vou passear para esses lados, quando atravesso o rio.
Beijocas

Susana Pina disse...

Nada como um bom passeio, e uma boas comprinhas, para nos libertar do nosso stress do dia-a-dia, e de pensamentos que muitas vezes nos sofocam.
Por minutos sentistes-te livre, liberta de qualquer obstaculo que a vida te tem trazido.
Um bj enorme com aroma a natal.
Susana

IC disse...

é um dos sitios que tenho saudades de Lisboa.é bem giro e nesta altura ainda mais.
beijinhos

stardust disse...

Eu que sou uma mulher do Norte (carago!), não sinto a nostalgia das ruas de Lisboa,mas sim das ruas da baixa do Porto,Stª Catarina, 31 de Janeiro,Clérigos, etc. Longe vão os tempos em que aspercorria de lés-a-lés, em busca daquele agrado para aquela pessoa especial.

Na minha cidade natal, faço compras de rua, porque gosto e porque me habituei e todos se conhecem, prefiro comprar o que é nosso, na minha terra!

Beijocas natalícias

Mary disse...

Leve na alma e na carteira também... pois pelo que disseste aproveitaste para fazer umas comprinhas tb ;)
Bjs

pat07 disse...

Tambem adoro passear no Chiado, toda aquela mistica...

Uma beijoca

Bem Me Queres disse...

Conheço mt pouco do Chiado, mas percebo bem o que dizes. Aqui no Porto é na baixa que gosto de fazer compras. Previligio o Sábado de manhã para comprar umas flores no Bolhão e passear pela movimentada Rua de Stª Catarina. Parar para tomar um chá quente numa das esplanadas e apreciar aquele corropio louco é um dos momentos que mais aprecio.
Beijocas docinhas e boas compras :-))

criolinha disse...

LOL
Adoro vir cheirar as tuas palavras... são sempre deliciosas :)
Espero que estaja tudo bem... um dia destes temos uma conversa decente :D
bjs!

YAMI disse...

Amiga
Tu és lINDAAAAAAAAAAAAAA.
Adoro ler-te!


yami

Musa disse...

Escreves tão bem, tão bem, tão bem, que até arrepia...
Gosto de cá vir por isso e porque me identifico com muitas coisas que dizes, com muitos sentimentos que me fazes recordar, porque gosto dos poemas que escolhes e porque sim!
Estarás nos meus desejos para 2008.
Beijinhos grandes e muitos,
Musa