domingo, 3 de setembro de 2006

E porque hoje me apetece ler poesia e porque a poesia embeleza qualquer prosa, e porque me orgulho dos poetas que esta nação viu nascer, inauguro os posts da semana com um magnífico poema de Eugénio de Andrade.

É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer


Eugénio de Andrade

2 comentários:

xica disse...

Muito bonito e inspirador para começar a semana.

beijos

Tiquinha disse...

:) Obrigado é lindo!!
beijocas e uma boa semana
tica