segunda-feira, 13 de abril de 2009

Para vocês...

É verdade ou mentira que um verdadeiro amigo não se mede pelo quanto gostamos dele mas acima de tudo, pelo quanto ele nos faz gostar de nós mesmos?


Para mim é verdade.

E atenção que não estou a falar da capacidade de me fazer gostar daquilo que sou pelo "passar a mão pela cabeça", pela protecção excessiva, pela mentirinha piedosa. Estou a falar da capacidade em me elevar a auto-estima fazendo-me evoluir, fazendo-me decidir por mim, sendo sincero tanto na crítica quando a situação o exige, como no elogio quando a ocasião o merece. Estou a falar do amigo que me aponta erros, ainda que mos possa ajudar a corrigir, mas nunca perdendo de vista o crescimento da minha autonomia. E falo obviamente do amigo leal, daquele que podendo não estar o estará sempre, e que nunca me deixa a duvidar que a amizade existe.

4 comentários:

Natacha disse...

Para mim também é verdade, como bem sabes.
Aliás, foi mesmo assim, se bem me lembro, que te defini naquela mensagem que compõe uma das páginas do teu livro "33".
Orgulhosa de fazer parte - revejo-me.

Beijo

Mary disse...

Viva a amizade!
Bjs

Blossom disse...

O que vem de encontro ao mais puro significado da amizade e porque não do amor... o que fiz hoje para fazer da amorinha uma amorinha melhor? Bem como é uma amiga virtual vim visitá-la na sua casa e dizer k gosto mt dela ;)

Susana Pina disse...

Eu não o diria tão bem. a amizade é linda e ninguém pode viver sem ela.
Um bj enorme
susana