terça-feira, 5 de dezembro de 2006

Compras de Natal

Com o início de Dezembro foi inaugurada a minha época oficial do Natal. Agora sim, começo a estar mentalizada para a época natalícia, para as compras que terei de fazer, para os postais a mandar, para os locais onde passarei a consoada e o dia de Natal e toda uma série de condições logísticas que têm de ser previamente preparadas. Decidi fazer um esforço para que a magia do Natal dos outros tempos ainda exerça alguma da sua influência na minha vida.
Pois bem, comecei pelas compras. Com uma lista de presentes a aumentar de ano para ano, é cada vez mais difícil e mais moroso o processo de encontrar o presente ideal para cada pessoa. Embora pertencente ao género feminino onde, como se sabe, ou pelo menos se tem uma forte fama, existe uma predisposição genética para as compras, comprar umas dezenas de prendas não se afigura tarefa fácil. Mas, munida do meu mais forte entusiasmo, parti nessa aventura, isto no dia inaugural do mês de Dezembro, dia esse em que, claro está, toda a gente se lembrou de fazer o mesmo. Tudo bem, não pontuei pela originalidade do dia que escolhi mas ao menos que ganhasse o troféu pela originalidade das compras. Neste pressuposto, e para que a oferta fosse o mais diversificada possível fui para o maior centro comercial da capital.
Devo dizer-vos que até correu muito bem! Num único dia comprei metade da minha lista de prendas. Atingi um nível de sucesso de 50% na primeira tentativa! IUPI!!!
Comecei calmamente, entrei em dezenas de lojas, revirei tudo, mexi em tudo, vi tudo a que tinha direito. Os sacos foram aumentando. Na altura de vir embora os meus braços já não eram braços mas sim cabides com lotação esgotada. Qualquer actividade tornou-se, então, impossível de ser realizada, ir à casa de banho, encontrar o cartão do estacionamento, tirar as moedas da carteira para pagar o dito, para não falar do encontrar a chave do carro na mala, que de tão clássica que é nem vale a pena aprofundar, mesmo tendo neste dia alcançado o nível do absurdo.

8 comentários:

Pintas disse...

Gostei da tua ida ás comprinhas.
A mim já só faltam 3 presentes, este ano pontuei pela rapidez e antecedência.
Beijinhos,
Pintas

IC disse...

ai amora eu ainda não comprei UMA UNICA helppppp, sou vou começar lá para o dia 20 :O(, detesto comparar por obrigação e adiou sempre o mais possível. beijinho

cris disse...

Também já comprei quase tudo, mas ao contrário de ti, fui no domingo ao fim da tarde, já havia menos confusão!
Beijocas

Tiquinha disse...

aiaiaiai!! eu ainda não comprei nada, estou a ficar apreensiva!!!
faltam 15 dias e ainda nada!!
beijocas
tica
(vou as compras!!)

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Ja cheira a compras de Natal, tens razao :) beijoes enormes :)

Maria disse...

Eu também já comprei quase tudo (falta-me só um miminho ou outro para o meu F.). É melhor assim, sempre compramos com mais calma e resistimos às compras por impulso (que, geralmente, nos pesam muito mais na carteira!).

Beijocas grandes!

stardust disse...

Pois... eu este ano vou primar pela originalidade e como estou "presa" vou poupar uns cobres e não dar nada a ninguém...

Mas devo dizer-te que as compras de Natal me tiram do sério, habitualmente já nem tenho paciência para isso.

Beijocas

Anna72 disse...

Tal como tu e 9.999.999 portugueses tive a ideia peregrina e bastante original de ir às compras no feriado. Curiosamente e apesar da multidão, consegui também comprar a maioria das prendas. Muito bom! Significa que já não terei que andar no suplício das compras muito mais tempo.

Espero que a magia do Natal se instale definitivamente aí em casa :)

Beijocas